Ginecologia e Obstetrícia

A ginecologia é a pratica da medicina que lida diretamente com a saúde do aparelho reprodutor feminino (vagina, útero e ovários) e mamas. Seu significado literal é “a ciência da mulher”. É paralela a andrologia que lida especificamente com questões ligadas ao aparelho reprodutor masculino. Quase todos ginecologistas atuais são também obstetras; veja “Ginecologia e obstetrícia”.

Etimologia
A palavra “ginecologia” vem do grego γυνή gyne “mulher” e -logia “estudo”.

Doenças
Os principais problemas tratados com um ginecologista são:

  • Cancro dos órgãos reprodutivos incluindo ovários, tuba uterina, útero, vagina e vulva
  • Incontinência urinária
  • Amenorreia (ausência dos períodos menstruais)
  • Dismenorreia (períodos menstruais dolorosos – cólicas)
  • Infertilidade
  • Menorragia
  • Prolapso dos órgãos pélvicos
  • Vaginites

A obstetrícia é o ramo da medicina que estuda a reprodução na mulher. Investiga a gestação, o parto e o puerpério nos seus aspectos fisiológicos e patológicos.

O obstetra é o médico especialista que cuida do desenvolvimento do feto, além de prestar assistência à mulher nos períodos da gravidez e pós-parto (puerpério). No entanto, existem outros profissionais habilitados no cuidado ao ciclo gravídico puerperal do parto normal: Enfermeiros Obstetras e Obstetra/Obstetriz.

O termo “obstetrícia” vem da palavra latina “obstetrix”, que é derivada do verbo “obstare” (ficar ao lado). Para alguns, seria relativo à “mulher assistindo à parturiente” ou “mulher que presta auxílio”.